Publicidade

Estado de Minas

Seis mortos em atentado contra igreja católica em Burkina Faso


postado em 12/05/2019 12:20

Seis pessoas, incluindo o padre que oficiava a missa, morreram na manhã deste domingo (12) em um ataque a uma igreja católica em Dablo, no norte de Burkina Faso, informaram fontes locais e das forças de segurança.

"Por volta das 9h00 da manhã, durante a missa, homens armados invadiram a igreja católica e começaram a atirar enquanto os fiéis tentavam fugir", disse à AFP o prefeito de Dablo, Usmane Zongo.

Os agressores "conseguiram imobilizar alguns dos fiéis. Mataram cinco pessoas. E o padre que celebrava a missa também morreu, elevando o número de mortos para seis", acrescentou.

Segundo uma fonte da segurança, o ataque foi realizado por "um grupo de homens armados, cujo número é estimado entre vinte e trinta indivíduos".

"Eles queimaram a igreja, lojas e um maquis (pequeno restaurante ou bar), antes de se dirigirem ao centro de saúde, onde revistaram o local e incendiaram o veículo da enfermeira-chefe", disse Zongo.

Este ataque ocorre dois dias depois da libertação no norte de Burkina Faso de quatro reféns pelas forças especiais francesas que perderam dois homens.

Burkina Faso enfrenta há quatro anos ataques para cada vez mais sangrentos e frequentes atribuídos a grupos jihadistas, entre eles Ansarul Islam, o Grupo de Apoio ao Islã e os Muçulmanos (GSIM) e a Organização Estado Islâmico do Grande Sahara (EIGS).


Publicidade