Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Líderes mundiais comentam ofensiva sobre governo de Nicolás Maduro na Venezuela


postado em 30/04/2019 16:07

Diversos líderes mundiais comentaram a tentativa de derrubada do governo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, comandada hoje pelo autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse estar monitorando a situação na Venezuela de maneira muito próxima. "Os Estados Unidos seguem com as pessoas da Venezuela e sua liberdade!", disse no Twitter.

O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, já havia reafirmado o apoio do governo Donald Trump ao grupo oposicionista. Pela mesma rede social, ele celebrou a liberação de Leopoldo López, um dos líderes da oposição a Maduro, e disse apoiar "mais do que nunca a democracia na Venezuela" e estar acompanhando a "luta do povo venezuelano para recuperar sua liberdade".

O diretor do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, disse que o presidente Donald Trump quer ver uma transferência de poder "pacífica" na Venezuela.

Já o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, condenou aquilo que chamou de tentativa de golpe. " O mundo inteiro deve respeitar as preferências democráticas das pessoas na Venezuela", afirmou em seu Twitter. Aliado histórico do governo Maduro, o presidente da Bolívia, Evo Morales, seguiu a mesma linha de Erdogan e classificou os movimentos que acontecem hoje na Venezuela como golpistas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade