Publicidade

Estado de Minas

Radical Zahran Hashim morreu nos atentados no Sri Lanka


postado em 26/04/2019 02:27

O extremista cingalês Zahran Hashim, considerado peça-chave nos atentados islâmicos do Domingo de Páscoa no Sri Lanka, morreu durante o ataque a um dos hotéis de luxo de Colombo, informou nesta sexta-feira o presidente Maithripala Sirisena.

"O que os serviços de Inteligência me disseram é que Zahran morreu no ataque ao Shangri-La" na manhã de domingo, revelou o presidente, sem precisar se agiu como um dos terroristas suicidas.

As autoridades atribuem a autoria dos ataques ao grupo extremista local National Thowheeth Jama'ath (NTJ), liderado por Hashim.

A organização extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou os atentados em um vídeo.

Os ataques mataram 253 pessoas, além de deixarem cerca de 500 feridos, segundo o último boletim oficial.

Homens-bomba atacaram a minoria cristã da ilha do sul da Ásia no domingo, com atentados em três igrejas durante a missa de Páscoa, o que provocou um banho de sangue. Ao mesmo tempo, foram registradas explosões em três hotéis de luxo em Colombo.


Publicidade