Publicidade

Estado de Minas

CSNU pede que combatentes do Iêmen retirem tropas de Hodeida


postado em 17/04/2019 20:51

O Conselho de Segurança da ONU pediu nesta quarta-feira ao governo do Iêmen e aos rebeldes huthi que retirem suas forças da cidade de Hodeida "o mais rápido possível", segundo um acordo de cessar-fogo assinado há quatro meses.

Em uma declaração unânime, o Conselho advertiu que "monitorará o cumprimento das partes com os planos de redistribuição", enquanto aguarda um relatório do Secretário Geral da ONU, António Guterres, sobre se ambos estão cumprindo os compromissos assumidos.

A redistribuição de forças foi acordada em dezembro, em virtude de um acordo de cessar-fogo alcançado na Suécia, que, depois de anos, trouxe esperanças relativas ao fim da guerra que levou o Iêmen a uma grave crise de fome.

Também foi expressa "séria preocupação" porque, quatro meses depois, os acordos alcançados não foram implementados na prática, mas, no entanto, não houve ameaças de sanções contra aqueles que estão bloqueando o esforço de paz.

O enviado da ONU, Martin Griffiths, disse nesta segunda-feira ao Conselho que o governo e os rebeldes acordaram os detalhes operacionais da primeira retirada de forças de Hodeida, atrasada há bastante tempo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade