Publicidade

Estado de Minas

Cristã paquistanesa Asia Bibi foi libertada, diz advogado


postado em 07/11/2018 18:40

A cristã paquistanesa Asia Bibi, que há uma semana foi absolvida da pena capital por blasfêmia no Paquistão, após oito anos no corredor da morte, foi finalmente libertada, anunciou nesta quarta-feira (7) seu advogado, Saif ul-Mulook, à AFP.

"Foi libertada. Me disseram que estava em um avião, mas ninguém sabe onde vai pousar", explicou em uma mensagem. A ordem de ser colocada em liberdade chegou nesta quarta à prisão de Multan (centro), onde estava detida, indicou uma fonte penitenciária à AFP.

Segundo um encarregado da aviação civil em Multan, um pequeno avião aterrissou na noite desta quarta-feira (horário local) com "alguns estrangeiros e alguns paquistaneses" a bordo, sem dar mais detalhes.

O marido de Asia Bibi pediu no sábado asilo para a sua família nos Estados Unidos, na Grã-Bretanha ou no Canadá, já que considerava que corriam um grande perigo se continuassem no Paquistão.

O caso Asia Bibi dividiu o Paquistão fortemente.

A sua absolvição provocou protestos dos islamitas, que bloquearam durante três dias as principais estradas do país.

O primeiro-ministro, Imran Khan, se viu obrigado, diante da amplitude das manifestações, a fazer um polêmico acordo com os radicais.

O governo se comprometeu a abrir um processo legal para proibir Asia Bibi a deixar o território paquistanês, e a permitir uma possível revisão judicial do caso.

Bibi, uma trabalhadora agrícola mãe de cinco filhos, foi condenada à morte em 2010 por blasfêmia, após uma discussão com vizinhas muçulmanas de sua aldeia por um copo de água.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade