Publicidade

Estado de Minas

Trump diz a democratas que espera poder 'trabalhar juntos' nos EUA


postado em 07/11/2018 16:28

O presidente americano, Donald Trump, expressou nesta quarta-feira (7) a sua esperança de que os dois partidos possam "trabalhar juntos" depois das eleições de meio de mandato, que deixaram a Câmara baixa sob o controle dos democratas e o Senado com maioria republicana.

"Talvez possamos trabalhar juntos no ano que vem pelo povo americano", disse Trump em entrevista coletiva na Casa Branca, na qual indicou que ambos os partidos poderiam buscar soluções em temas como saúde, infraestrutura, comércio e crescimento econômico.

Segundo as projeções do jornal New York Times, os democratas têm 229 cadeiras das 435 que há na Câmara de Representantes.

No Senado, composto por 100 representantes, 35 cadeiras estavam em jogo e os republicanos aumentaram a sua vantagem para 53, de uma maioria de 51 que tinha antes das eleições.

"Ontem foi um grande dia, um dia incrível", assinalou Trump. "E ontem à noite (...) o Partido Republicano desafiou a história expandindo a nossa maioria no Senado e superando significativamente as expectativas na Câmara" de Representantes, acrescentou.

Na disputa pelos governos, onde estavam em jogo 36 cargos, os democratas tomaram sete dos republicanos, mas perderam na Flórida, estado que é um termômetro eleitoral visando as eleições de 2020 e onde o partido acreditava ser suficientemente forte para desafiar os republicanos.

Nesse importante estado do sul, Andrew Gillum, que aspirava se tornar o primeiro governador negro da Flórida, perdeu para o republicano Ron DeSantis, entusiasta partidário de Trump.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade