Publicidade

Estado de Minas

Herdeira política de Merkel oficializa candidatura para presidir a CDU


postado em 07/11/2018 12:00

Annegret Kramp-Karrenbauer, considerada a herdeira política da chanceler alemã Angela Merkel, fez sua candidatura nesta quarta-feira para sucedê-la na presidência da União Democrata Cristã (CDU).

Kramp-Karrenbauer, apelidada de "AKK", "Merkel 2" ou "Merkel bis", tornou-se a secretária-geral do partido em fevereiro e é a favorita para suceder Merkel, que anunciou no mês passado que não disputará a reeleição para dirigir a formação durante o congresso programado para dezembro.

O candidato de 56 anos, nascido no estado de Saarland, elogiou o legado de Merkel.

"Hoje está claro (...) que temos que agradecer a Angela Merkel por muitas coisas", disse ela em entrevista coletiva, reconhecendo que seguirá os passos da chanceler, que está no poder há 13 anos.

Seu objetivo é abrir "um novo caminho" na continuidade diante de seus adversários, que também aspiram a presidir o partido, como Friedrich Merz e Jens Spahn, defensores, respectivamente, da "renovação" e de "um novo começo".

Kramp-Karrenbauer disse que suas prioridades serão a prosperidade econômica, a reativação do projeto europeu e a questão da integração, em um contexto de ascensão da extrema direita.

A eleição do presidente da CDU por cerca de mil delegados do partido será realizada em 7 e 8 de dezembro em Hamburgo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade