Publicidade

Estado de Minas

Dois mortos e vários feridos em tiroteio em centro de ioga nos EUA


postado em 03/11/2018 08:03

Um homem matou, na sexta-feira, duas pessoas e feriu várias outras em um centro de ioga em Tallahassee, capital do estado da Flórida, antes de aparentemente se matar, informou a polícia local.

A polícia de Tallahassee respondeu por volta das 17h37 a um tiroteio em um centro de ioga, onde os agentes "encontraram várias vítimas com ferimentos de bala", declarou o chefe da polícia Michael DeLeo.

Em uma declaração posterior, a polícia disse que havia um total de sete vítimas: seis com ferimentos de bala e uma que foi atingida com o cabo de uma arma.

Duas das vítimas não resistiram aos ferimentos, segundo Leo. Duas outras seguem hospitalizadas e três receberam alta.

A polícia identificou o agressor como Scott Paul Beierle, de 40 anos, mas não soube informar, neste momento, as razões de sua ação.

"O agressor morreu, possivelmente depois de virar a arma contra si mesmo", disse Michael DeLeo.

O chefe de polícia acrescentou que os primeiros elementos da investigação parecem indicar que foi "o ato de apenas uma pessoa" e descartou qualquer outra ameaça imediata à comunidade.

"Há indícios de que várias pessoas lutaram e tentaram não apenas salvar a si mesmas, mas também outras, o que é um testemunho de sua coragem", disse o chefe de polícia.

O prefeito de Tallahassee, Andrew Gillum, em plena campanha para se tornar o primeiro governador negro da Flórida, encurtou um evento de campanha para voltar à cidade, e tuitou: "Eu sou muito grato pela resposta rápida da polícia ao tiroteio no centro de ioga em Tallahassee. Nenhum ato de violência com armas de fogo é aceitável".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade