Publicidade

Estado de Minas

Exército nigeriano cita Trump para justificar disparos contra manifestantes


postado em 02/11/2018 17:07

O Exército nigeriano, que atirou com munição real contra manifestantes xiitas esta semana, provocando a preocupação de Washington, citou nesta sexta-feira os comentários de Donald Trump sobre os emigrantes para justificar sua ação.

Em sua conta no Twitter, o Exército publicou um vídeo do discurso pronunciado pelo presidente dos Estados Unidos na quinta-feira, no qual Trump afirma que qualquer emigrante da caravana de centro-americanos que segue para os Estados Unidos que atirar pedras em policiais será considerado uma ameaça armada.

"Por favor, observe e tire suas próprias conclusões", assinala o Exército nigeriano em sua publicação.

Consultado pela AFP, o porta-voz da Defesa, John Agim, confirmou que a publicação era uma referência direta à recente repressão de manifestantes da minoria xiita.

O Exército atirou várias vezes esta semana contra manifestantes do Movimento Islâmico da Nigéria (IMN) que exigiam a libertação de seu líder, detido há três anos, matando seis pessoas, segundo informações oficiais.

O IMN afirma que 49 pessoas morreram, enquanto a Anistia Internacional (AI) cita 45 mortos.

A embaixada dos Estados Unidos se disse "preocupada" com os incidentes e pediu uma "investigação exaustiva".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade