Publicidade

Estado de Minas

Paraguai está confiante em acordo Mercosul-UE, diz chanceler


postado em 01/11/2018 21:13

O chanceler do Paraguai, Luis Castiglioni, se mostrou confiante de que Mercosul e União Europeia chegarão em breve a um acordo de livre-comércio.

"Estamos convencidos que os processos de integração que iniciaram não tem volta. São processos de integração consolidados", afirmou a jornalistas após uma reunião com o corpo diplomático acreditado em Assunção.

"Avançamos tanto que estamos a ponto de conseguir um histórico acordo entre dois blocos paradigmáticos, a União Europeia e o Mercosul", expressou.

Embora não tenha se referido a uma data precisa, o chanceler ressaltou que o possível acordo - após 20 anos de negociações - acontecerá "neste momento em que se fala novamente de políticas protecionistas, de levantar muros às transações comerciais".

"Isso será um paradigma positivo lançado como uma mensagem do Mercosul e da União Europeia para o mundo", enfatizou.

Perguntado sobre a posição do Brasil quando Jair Bolsonaro assumir a presidência em janeiro, Castiglioni disse que seu governo aguardará que o novo presidente se expresse oficialmente após a posse.

Bolsonaro demonstrou ceticismo sobre o Mercosul, que considera "supervalorizado".

Castiglioni disse que o Paraguai concorda com Bolsonaro sobre "impulsionar um processo de integração sem ideologização das relações internacionais".

"Temos uma política de relações exteriores nova, de abertura, o que faz que o Paraguai se abra ao mundo sem preconceitos, sem temores nem complexos. Sabemos que esse é o caminho do crescimento e do desenvolvimento", afirmou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade