Publicidade

Estado de Minas

Desemprego permanece estável na Eurozona, a 8,1% em setembro


postado em 31/10/2018 07:14

O desemprego permaneceu estável em setembro na zona do euro, a 8,1%, o menor nível desde novembro de 2008, anunciou a agência Eurostat, que calcula em 13,1 milhões o número de pessoas sem trabalho no bloco.

O índice da primeira estimativa da agência europeia de estatísticas é igual ao registrado em julho e agosto nos 19 países que compartilham o euro.

A Alemanha, maior economia do bloco, registrou o menor nível de desemprego, a 3,4%, pelo terceiro mês consecutivo, seguida por Holanda (3,7%) e Malta (3,8%).

A Grécia, que encerrou em agosto uma série de programas de resgate concedidos desde 2010, continua com a taxa mais elevada, 19%, índice referente a julho.

A Espanha registrou taxa de desemprego de 14,9% em setembro e a Itália de 10,1%, uma alta de três décimos.

A França, segunda maior economia da zona do euro, permaneceu estável, a 9,3%. Portugal registrou uma forte queda, a 6,6% em setembro, contra o índice de 6,9% em agosto.

No conjunto dos 28 países da União Europeia, o desemprego global permaneceu estável em setembro, a 6,7%, com 16,5 milhões de pessoas sem trabalho.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade