Publicidade

Estado de Minas

Encontram morto na prisão mafioso 'Whitey' Bulger que inspirou 'Os infiltrados'


postado em 30/10/2018 20:47

O famoso nome da máfia de Boston, James "Whitey" Bulger, foi encontrado morto nesta terça-feira (30) em sua cela, onde cumpria prisão perpétua por crimes brutais, disseram autoridades penitenciárias dos Estados Unidos, que investigam o ocorrido.

Segundo informaram meios de comunicação americanos, Bulger, de 89 anos, foi assassinado no centro de reclusão de segurança máxima na Virgínia Ocidental, para onde foi levado há pouco tempo, depois de cumprir sua pena em Oklahoma e Flórida.

Bulger, que havia sido informante do FBI, estava cumprindo duas penas de prisão perpétua por 11 assassinatos, conspiração para cometer um crime, extorsão, lavagem de dinheiro, posse de armas de fogo e outros crimes.

Preso em 2011 na Califórnia depois de passar 16 anos foragido, este mafioso irlandês-americano, que reinou com mão de ferro no submundo do crime organizado de Boston durante quase 30 anos sem ser incomodado pelas autoridades, foi objeto de vários livros e filmes, entre eles "Aliança do crime", protagonizada por Johnny Depp.

A vida de Bulger também inspirou o personagem de Jack Nicholson no filme de gângsteres de Martin Scorsese de 2006, "Os infiltrados", vencedor do Oscar.

O procurador-geral de Massachusetts, Andrew Lelling, comentou sobre a sua morte em um breve comunicado. "Soubemos esta manhã da morte de James 'Whitey' Bulger. Nossos pensamentos estão com suas vítimas e suas famílias", declarou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade