Publicidade

Estado de Minas

Papa compara o aborto ao uso de um "matador de aluguel"


postado em 10/10/2018 06:06

O papa Francisco comparou nesta quarta-feira a interrupção voluntária da gravidez a recorrer a um "matador de aluguel", na homilia pronunciada durante sua tradicional audiência na Praça de São Pedro do Vaticano.

"Interromper uma gravidez é como eliminar alguém. É justo eliminar uma vida humana para resolver um problema?", questionou o pontífice aos fiéis reunidos no Vaticano.

"É justo contratar um matador de aluguel para resolver um problema?", prosseguiu, saindo do texto que havia preparado.

"Eliminar um ser humano é como contratar um matador de aluguel para resolver um problema", insistiu.

O papa criticou em sua homilia "a perda de valor da vida humana" em consequência das guerras, da exploração do homem e da cultura da exclusão.

E ele adicionou a esta lista o fim da vida no ventre materno "em nome da salvaguarda de outros direitos".

"Mas como um ato que suprime a vida inocente pode ser terapêutico, civil ou simplesmente humano?", perguntou o pontífice argentino.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade