Publicidade

Estado de Minas

Terremoto no Haiti eleva a 15 cifra de mortos, diz governo


postado em 08/10/2018 19:24

Um terremoto de 5,9 graus de magnitude que abalou a costa noroeste do Haiti no fim de semana matou pelo menos 15 pessoas, disseram as autoridades nesta segunda-feira (8), aumentando em três o número anterior de vítimas.

Com epicentro situado 12 milhas (19 quilômetros) a noroeste da cidade de Port-de-Paix, o fenômeno sacudiu as comunidades de todo o país no sábado, provocando temores entre os habitantes que ainda se recuperam do terremoto de 2010, que deixou ao menos 200.000 mortos.

Mais 1,5 milhão de pessoas ficaram nas ruas após essa catástrofe, que causou danos avaliados em 120% do PIB nacional.

"A nova cifra do terremoto de 6 de outubro de 2018 é de 15 mortos e 333 feridos. Mais de 7.000 casas foram destruídas ou danificadas", disse a agência de proteção civil do país caribenho.

Uma forte resposta causou pânico entre os moradores que fugiam para as ruas no domingo em Port-de-Paix, onde a maioria das vítimas morreu.

O departamento de Nord-Ouest, que inclui a cidade costeira, é a parte mais pobre do Haiti, com muitas áreas isoladas devido ao péssimo estado das estradas.

Uma célula de crise, composta de vários ministérios, foi ativada "a fim de coordenar conjuntamente as respostas de emergência necessárias", tuitou no domingo o primeiro-ministro Jean-Henry Céant.

O presidente Jovenel Moise, por sua vez, foi para os locais de maior impacto, Port-de-Paix e Gros Morne, para atender pessoalmente à situação.

O presidente pediu aos haitianos pelo Twitter que "permaneçam calmos", dizendo que as autoridades locais e regionais estão ajudando os afetados.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade