Publicidade

Estado de Minas

Bélgica desarticula gangue que traficava migrantes


postado em 08/10/2018 14:36

A justiça belga anunciou nesta segunda-feira a desarticulação de uma gangue que traficava migrantes e que operava em Bruxelas.

Os criminosos transportavam sudaneses e eritreus para o Reino Unido, escondendo-os em caminhões refrigerados.

A Procuradoria de Bruxelas anunciou em comunicado a prisão de sete homens, cuja nacionalidade não especificou, "como autores ou co-autores de tráfico de seres humanos no âmbito de uma organização criminosa".

Das dez pessoas presas no domingo durante uma série de buscas, três foram libertadas.

A operação se deu após uma investigação iniciada no final de julho pela Polícia Judiciária Federal, depois da detenção de migrantes em situação irregular em Bruxelas.

Os investigadores suspeitam que o grupo criminoso organizava o transporte de "cerca de vinte pessoas por dia" por um valor entre 500 e 2.500 euros por migrante.

Partindo de um parque em Bruxelas, perto da estação central Garre du Nord, os candidatos à viagem ao Reino Unido tomavam o trem para uma estação no sul da Bélgica, de acordo com os investigadores.

Em seguida, deviam caminhar 15 quilômetros até um estacionamento na rodovia E411 (Bruxelas-Luxemburgo), onde embarcavam em veículos que os transportavam para portos da costa.

"A gangue escondia vítimas de origem sudanesa ou eritreia, muitas vezes em condições adversas e perigosas em caminhões (...) e até mesmo frigoríficos", segundo a Procuradoria.

A investigação segue aberta em busca de possíveis cúmplices.

Durante as buscas realizadas no domingo foram encontradas oito pessoas em situação irregular, "provavelmente esperando por uma transferência iminente".


Publicidade