Publicidade

Estado de Minas

Israel reduz zona de pesca de Gaza após manifestações


postado em 06/10/2018 13:42

O ministro da Defesa de Israel, Avigdor Lieberman, ordenou neste sábado (6) a redução da zona de pesca de Gaza em represália aos confrontos na barreira entre o Território palestino e Israel.

A zona de pesca acessível aos palestinos de Gaza será reduzida para 6 milhas náuticas (11 km), em comparação com as 9 milhas atuais (16,5 km), de acordo com um comunicado do gabinete de Lieberman, que não especifica a partir de quando esta redução será válida.

O controle da extensão das zonas de pesca da Faixa de Gaza faz parte do bloqueio econômico imposto por Israel ao enclave palestino há mais de uma década.

O comunicado informa que a decisão foi tomada depois dos incidentes violentos de sexta-feira. Três palestinos foram mortos a tiros pelas forças israelenses e 376 ficaram feridos, segundo o ministério da Saúde da Gaza.

O exército israelense afirmou que 20.000 palestinos protestaram na sexta-feira e lançaram granadas, explosivos e pedras contra os soldados.

O ministro da Defesa israelense havia alertado o Hamas, o movimento islâmico que controla Gaza, na quinta-feira, que a repressão seria acentuada após o fim do feriado judaico de Yom Kipur, se a violência na fronteira continuasse.

Pelo menos 198 palestinos e um soldado israelense morreram desde o início da mobilização palestina, em 30 de março, contra o bloqueio israelense.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade