Publicidade

Estado de Minas

Presidente colombiano defende prisão perpétua para crimes contra menores


postado em 05/10/2018 22:00

O presidente colombiano, Iván Duque, propôs nesta sexta-feira a prisão perpétua para os estupradores e assassinos de menores de idade, após o cruel assassinato de uma menina e o sequestro do filho de cinco anos de um prefeito.

Duque se solidarizou com as famílias das vítimas, ao final de uma reunião no departamento de Caquetá (sul).

"Eu disse que o debate sobre a prisão perpétua de estupradores e assassinos de menores deve ser aberto e espero participar ativamente desse debate para que a Colômbia possa aplicar essa medida", declarou Duque.

Os dois casos de abuso infantil provocaram uma onda de indignação. Na segunda-feira, uma menina de nove anos de idade, Genesis Rúa, foi assassinada e seu corpo foi encontrado incinerado em uma fogueira no norte da Colômbia. Na quarta-feira, Cristo José Contreras, de cinco anos de idade, foi sequestrado perto da fronteira venezuelana.

"Eu repudio que neste país haja mentes assim (...) esses criminosos devem ter uma sanção exemplar e por isso eu disse publicamente que todos os crimes como abuso, estupro, assassinato e sequestro de menores devem ter uma sentença de prisão perpétua".

O governo planeja levar adiante a proposta por meio de um projeto de reforma constitucional que será submetido à discussão no Congresso.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade