Publicidade

Estado de Minas

Facebook transmitirá ao vivo partidas da Libertadores a partir de 2019


postado em 05/10/2018 17:42

O Facebook anunciou que transmitirá ao vivo partidas da Copa Libertadores na América do Sul a partir de 2019, depois de fechar um acordo com a Conmebol para adquirir parte dos direitos do maior torneio de clubes do continente durante quatro anos.

A rede social não divulgou o valor do contrato que dá o direito exclusivo de 27 partidas das quintas-feiras, até as quartas de final.

O Facebook - que acaba de lançar em todo o mundo o novo serviço de vídeos Facebook Watch - também transmitirá outras 19 partidas de terça-feira e quarta-feira, menos para o Brasil. Estes jogos, que seguirão até a final, também serão exibidos por emissoras de TV por assinatura.

"Estamos muito felizes de nos juntarmos ao Facebook, a rede social com maior alcance na América do Sul e no mundo, como um de nossos aliados para a transmissão de nossa prestigiosa Libertadores", disse Juan Emilio Roa, diretor comercial de clubes da Conmebol.

"Esta aliança com o Facebook é mais um passo no nosso esforço de levar o futebol até o último canto da América do Sul", acrescentou.

Envolvido em uma dura competição pelo mercado de vídeo com outros gigantes americanos como Google, proprietário do Youtube, ou Amazon, que já oferece conteúdo em sua plataforma 'Prime', o Facebook intensificou nos últimos meses a aposta no setor de transmissões esportivas.

Em agosto, a Uefa anunciou seu acordo com a rede social para a transmissão gratuita e ao vivo de alguns jogos da Liga dos Campeões na América Latina.

"Os esportes são importantes para nós. Em primeiro lugar, porque nossa missão é unir e aproximar comunidades. O esporte, especialmente o caso do futebol na América do Sul, faz isso", afirmou à AFP o vice-presidente global de Esportes e Associações do Facebook, Dan Reed.

"Em segundo lugar, com o lançamento do Facebook Watch, o vídeo se tornou uma prioridade para nós. Especialmente as experiências que envolvem interação", acrescentou.

Reed não quis revelar detalhes econômicos do acordo com a Conmebol, tampouco de outros torneios que agora estão na mira da companhia.

Os jogos poderão ser vistos na página oficial da Libertadores no Facebook, que só no Brasil conta com 127 milhões de usuários.

"Fui ontem ao jogo do Palmeiras e, apesar de não poder garantir que o ambiente seja o mesmo do estádio, esperamos proporcionar uma experiência similar aos torcedores, que poderão conversar durante o jogo ou interagir com o narrador", explicou.

O anúncio do Facebook chega num esforço da companhia recuperar a confiança dos usuários na plataforma, em meio a uma sequência de escândalos que foi ampliado na semana passada com o pirateamento de até 50 milhões de contas por uma falha na segurança.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade