Publicidade

Estado de Minas

Fortuna de Trump ainda é de US$ 3,1 bi, mas ele cai de posição em lista Forbes


postado em 03/10/2018 17:00

A fortuna do presidente americano Donald Trump quase não mudou no último ano - é de 3,1 bilhões de dólares -, segundo classificação publicada nesta quarta-feira pela revista Forbes.

A posição de Trump no ranking das fortunas de 400 bilionários americanos caiu do número 248 em 2017 para o 259 neste ano.

Embora o valor de seus ativos seja equivalente ao do ano passado, eles caíram um terço em relação a 2015 - quando sua fortuna foi estimada em 4,5 bilhões de dólares.

De acordo com a Forbes, o recuo se deve a maiores informações da imprensa sobre seus ativos - que revelaram, por exemplo, que sua cobertura da Trump Tower é menor que o anunciado -, a uma queda nas vendas em lojas físicas que afetam suas propriedades comerciais, à desaceleração do mercado imobiliário em Nova York, sobretudo o de luxo, e à forma como a Presidência afeta a marca Trump.

Embora tenha construído grande parte de sua fortuna emprestando seu nome a projetos que nem sempre são de sua propriedade, uma apuração da Forbes garante que essa estratégia está sendo contraproducente, já que seu nome não é mais sinônimo de luxo, mas de divisão. Isso distancia potenciais parceiros de negócios e também potenciais compradores de apartamentos de luxo.

No entanto, o valor de suas propriedades, como sua cobertura na Trump Tower, seu jato particular e uma grande propriedade em Mar-a-Lago, na Flórida (sul), batizada como a Casa Branca de Inverno, subiram de valor, disse a Forbes.

Antes de chegar à Presidência, Trump colocou seu negócio em um fundo administrado por seus filhos adultos, Donald Junior e Eric, além de um executivo veterano da Organização Trump, Allen Weisselberg.

O presidente rejeitou vários pedidos para que se afastasse completamente de seus negócios, o que levou a contínuas acusações de conflito de interesses.

A Forbes calcula que se Trump tivesse liquidado sua participação, pagasse impostos sobre ganhos de capital e criado um fundo cego para investir tudo no mercado de ações, agora ele teria 500 milhões de dólares a mais.

O dono da Amazon, Jeff Bezos, cuja fortuna subiu 78,5 bilhões de dólares em um ano, lidera a lista da Forbes em 2018, com uma riqueza líquida de 160 bilhões.

O cofundador da Microsoft, Bill Gates, que permaneceu em primeiro lugar por 24 anos consecutivos, tem 97 bilhões de dólares e foi transferido para o segundo lugar por Bezos.

Neste ano, a fortuna mínima para entrar no clube seleto chegou a um recorde: 2,1 bilhões de dólares.

A lista completa de bilionários pode ser consultada em www.forbes.com/forbes-400/.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade