Publicidade

Estado de Minas

Jornalista americano que cobria protestos na Nicarágua é deportado


postado em 02/10/2018 17:00

O jornalista austríaco-americano Carl Goette-Luciak, que cobria os protestos contra o governo na Nicarágua para meios de comunicação internacionais, foi detido e deportado para El Salvador, informaram ONGs e a imprensa local nesta terça-feira (2).

Goette-Luciak foi detido na segunda-feira em sua casa em Manágua por agentes que o levaram descalço, sem camisa e usando apenas um short, assinalou a revista digital nicaraguense Confidencial, do jornalista Carlos Fernando Chamorro, citando declarações do próprio repórter.

O governo de Daniel Ortega não se pronunciou sobre a suposta captura e deportação de Goette-Luciak para El Salvador, nem sobre as denúncias direcionadas a ele.

Consultado pela AFP, o Departamento de Estado americano disse ter relatos de um cidadão dos Estados Unidos preso na Nicarágua, mas não quis dar mais detalhes.

"Uma das funções mais importantes do Departamento de Estado e de embaixadas e consulados é fornecer ajuda para cidadãos americanos que são presos ou detidos. Por razões de privacidade, não faremos mais comentários", assinalou uma porta-voz.

"Me perguntaram se eu era agente da CIA (Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos) e me mostravam as publicações e os memes das redes sociais", contou o jornalista.

"Um policial me disse que eu seria deportado porque em meus artigos escrevia e opinava coisas falsas", assinalou Goette-Luciak.

O jornalista foi alvo de "ameaças e acusações nas redes sociais de ser inimigo e até pertencer a agências de Inteligência estrangeiras", segundo a organização de escritores PEN em comunicado.

Goette-Luciak, filho do acadêmico americano Ilja Luciak, também é documentarista e antropólogo.

A documentarista brasileira Emília Mello já foi deportada da Nicarágua após ser detida em 25 de agosto com um grupo de estudantes enquanto iam para uma marcha em Granada.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade