Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Colômbia traz decreto proibindo posse de pequena quantidade de maconha e cocaína


postado em 02/10/2018 14:19

O novo presidente da Colômbia, Iván Duque, assinou na segunda-feira, 1º de outubro, um decreto que proíbe o transporte de pequenas quantidades de maconha e cocaína, na tentativa de reduzir o consumo de drogas no país. A medida contraria tribunais do país, cuja posição é de que a posse de pequenas quantidades de droga não deve ser punida.

O decreto autoriza a polícia a fazer o registro dos cidadãos e a confiscar qualquer droga que estejam carregando, além de poder emitir multas.

A venda e exportação de drogas é ilegal na Colômbia. No entanto, as leis se tornaram mais flexíveis desde o início deste século, e decisões tomadas pelo maior tribunal do país permitiram que colombianos levem consigo pequenas quantidades de maconha e cocaína.

Segundo Duque, a nova medida vai proteger crianças de traficantes que vendem drogas perto de escolas, mas críticos afirmam que a medida é repressiva e afeta as liberdades individuais. Fonte: Associated Press

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade