Publicidade

Estado de Minas

Polícia encontra caiaque de colaborador do WikiLeaks desaparecido na Noruega


postado em 13/09/2018 11:30

A Polícia norueguesa anunciou, nesta quinta-feira (13), a descoberta do caiaque de Arjen Kamphuis, colaborador do WikiLeaks desaparecido desde 20 de agosto neste país.

Uma foto do caiaque foi divulgada pela Polícia. A embarcação branca pertence ao especialista holandês em cibersegurança de 47 anos, que a havia comprado pouco antes de viajar de férias para o país escandinavo.

Arjen Kamphuis desapareceu após deixar seu hotel de Bodø (norte da Noruega) em 20 de agosto, um sumiço que gerou uma série de teorias conspiratórias nas redes sociais.

Conhecido por publicar documentos comprometedores da diplomacia e do Exército americanos, o WikiLeaks garante que Kamphuis é sócio do fundador da organização, o australiano Julian Assange, asilado na embaixada do Equador em Londres para escapar da Justiça dos EUA.

A organização diz que o desaparecimento é "estranho", enquanto a polícia diz que está explorando todas as opções: um sumiço voluntária, que inclui a hipótese de suicídio, um acidente, ou um ato criminoso.

Ontem, a Polícia anunciou que um pescador encontrou alguns objetos pessoais do desaparecido, na terça-feira, perto de Kvaenflåget, cerca de 50 quilômetros ao leste de Bodø.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade