Publicidade

Estado de Minas

Vice-premier chinês faz alerta sobre o perigo do protecionismo comercial


postado em 12/09/2018 06:24

As medidas protecionistas constituem "um perigo muito grave", declarou nesta quarta-feira o vice-primeiro-ministro da China, Hu Chunhua, em uma aparente referência ao governo dos Estados Unidos, que adotou tarifas de importação a produtos chineses por 50 bilhões de dólares.

"As medidas protecionistas e unilaterais de certos países comprometem gravemente o sistema comercial multilateral [...] representando um perigo muito grave para a economia mundial", declarou Hu no Fórum Econômico Mundial da Associação de Nações dos Sudeste Asiático (Asean), em Hanói.

"O isolacionismo não levará a nada. Apenas a abertura a todos representa o caminho a seguir", completou.

Depois de semanas de ameaças, Washington e Pequim entraram nas últimas semanas em uma guerra comercial sem precedentes.

Como forma de punir a China, que acusa de práticas "desleais" e de "roubo de propriedade intelectual", o governo americano adotou tarifas punitivas de 25% sobre produtos chineses por um valor de 50 bilhões de dólares.

Pequim respondeu com tarifas de 25% a centenas de produtos americanos, como a soja.

O presidente americano, Donald Trump, ameaçou na sexta-feira taxar todas as importações chinesas, que em 2017 superaram 505 bilhões de dólares.

As autoridades chinesas afirmaram que responderão a qualquer nova medida adotada por Washington.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade