Publicidade

Estado de Minas

ONU pede ao Egito suspensão das 75 'injustas' penas de morte


postado em 09/09/2018 08:48

A ONU denunciou, neste domingo (9), a confirmação em apelação por parte da Justiça egípcia da condenação à morte de 75 pessoas, entre elas chefes islamistas, e pediu que se reveja um veredicto "injusto".

"Espero que a Corte de Apelação egípcia reveja seu veredicto de maneira que os princípios internacionais de justiça sejam respeitados", declarou a alta comissária para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, em um comunicado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade