Publicidade

Estado de Minas

Governo Trump corta financiamento para hospitais palestinos


postado em 08/09/2018 17:42

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenou o fim de um auxílio de 25 milhões de dólares para hospitais palestinos em Jerusalém - uma medida que foi classificada como uma "chantagem política" por setores palestinos.

"O presidente ordenou uma revisão da ajuda americana à Autoridade Palestina na Cisjordânia e em Gaza, para assegurar que esses fundos sejam gastos de acordo com os interesses nacionais", disse um funcionário do Departamento de Estado à AFP.

Como resultado, "nós vamos redirecionar quase US$ 25 milhões inicialmente planejados para a rede hospitalar em Jerusalém Oriental, que irão para projetos prioritários em outros lugares", acrescentou a fonte.

A Organização para a Libertação da Palestina (OLP) reagiu rapidamente, denunciando uma "chantagem política" com uma medida "desumana e imoral".

"Ao eliminar verbas vitais para hospitais em Jerusalém, como o Hospital Augusta Vitória e o hospital de oftalmologia Saint Jean, o governo americano ameaça causar instabilidade e sérios danos a milhares de pacientes palestinos", disse Hanane Achraoui, da OLP.

Enquanto isso, do escritório do primeiro-ministro palestino, eles denunciaram a ação como "uma decisão vergonhosa".

O governo dos EUA anunciou que vai parar de financiar a agência da ONU para refugiados palestinos (Unrwa), uma semana depois de ter eliminado mais de 200 milhões de dólares em ajuda aos palestinos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade