Publicidade

Estado de Minas

Ex-chanceler britânico Boris Johnson e sua mulher anunciam divórcio


postado em 07/09/2018 10:36

O polêmico ex-ministro britânico das Relações Exteriores Boris Johnson e sua mulher, Marina Wheeler, anunciaram nesta sexta-feira (7) que iniciaram um procedimento de divórcio.

"Há uns meses, após 25 anos de casamento, decidimos que era melhor para nossos interesses nos separarmos", declarou o casal em um comunicado.

"Depois, concordamos em nos divorciar, e esse procedimento já está em marcha", acrescentou.

Johnson e sua mulher, ambos de 54 anos, fizeram esse anúncio após o tabloide britânico "The Sun" divulgar na capa que o casal se separou por causa de uma infidelidade do político.

Jornalista, Boris Johnson foi prefeito de Londres de 2008 a 2016.

A advogada Marina Wheeler é a segunda mulher do ex-ministro, com quem teve quatro filhos. O deputado conservador já foi casado com Allegra Mostyn-Owen. Eles se conheceram quando estudavam na Universidade de Oxford.

Defensor de um Brexit duro, Johnson renunciou ao cargo de chanceler em julho para marcar sua divergência com o "plano de Chequers" proposto por May, que prevê a manutenção de uma estreita relação comercial entre Reino Unido e União Europeia, depois que o país abandonar o bloco em 29 de março próximo.

Desde então, multiplica suas críticas contra a estratégia da primeira-ministra Theresa May. Ele estaria, inclusive, fazendo uma movimentação para assumir a liderança do partido conservador da premiê, profundamente dividido sobre o modo de lidar com o Brexit.

O jornal "The Sun" sugeriu que as revelações sobre sua infidelidade podem pôr suas ambições políticas em risco. Outros observadores consideram, porém, que o anúncio da separação lhe permitirá deixar para trás qualquer informação comprometedora a três semanas do congresso anual do partido.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade