Publicidade

Estado de Minas

Encontram 166 corpos em fossa clandestina no México


postado em 06/09/2018 19:42

Uma fossa clandestina com ao menos 166 corpos foi localizada no estado mexicano de Veracruz (leste), um dos mais violentos pela presença de cartéis de drogas e onde em 2016 foi encontrado um local com 295 corpos enterrados por criminosos.

A fossa está na zona central do estado de Veracruz, que se estende sobre uma ampla faixa do Golfo do México, mas o promotor estadual, Jorge Winckler, se negou a detalhar a localização exata "por segurança da equipe que continua trabalhando na área".

Além dos "restos de ao menos 166 pessoas" localizados, foram encontradas 200 vestimentas, 144 identificações pessoais e diversos artigos, disse o promotor em uma mensagem à imprensa.

"Da análise atropológica das descobertas, é possível determinar que se tratem de enterros clandestinos de, ao menos, dois anos de antiguidade", assinalou um comunicado da Promotoria.

Essa fossa foi localizada no início de agosto após trabalhos de investigação e denúncias para a Promotoria especializada em casos de pessoas desaparecidas.

Também obtiveram o depoimento de uma pessoa, não identificada pelas autoridades, de que no lugar "teriam sido enterradas de maneira clandestina centenas de pessoas", de acordo com a nota da Promotoria.

Os trabalhos para localizar os corpos começaram em 8 de agosto com o uso de "drones, georradares e sondas de busca", acrescenta o comunicado.

Em imagens que aparecem na Promotoria observa-se um amplo terreno coberto de vegetação espessa e uma equipe forense, vestindo um macacão branco e usando luvas, trabalhando nas escavações.

Segundo a Promotoria, até o momento foram localizados 32 enterros e recuperaram 166 crânios. Em apenas um ponto foram enterrados vários corpos.

Em 16 de agosto, o coletivo Solecito, integrado por familiares de pessosa desparecidas em Veracruz, denunciou a possível existência de uma fossa clandestina na qual poderia haver 500 corpos.

Rosalía Castro Toss, porta-voz do Solecito, disse naquela ocasião que, de maneira anônima, a organização recebeu um mapa no qual "indicaram que existem mais de 500 corpos".

Em 2016, a alguns quilômetros do lugar assinalado por Solecito, foi localizada uma fossa com 295 cadáveres enterrados clandestinamente por criminosos.

Esse local é conhecido como colinas de Santa Fe e fica em um subúrbio do porto de Veracruz, um dos mais importantes para o comércio no México.

Veracruz é um dos mais atingidos pelo crime organizado e um dos que registra mais casos de pessoas desaparecidas.

Segundo cifras oficiais, mais de 37.000 pessoas estão reportadas como desaparecidas no México.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade