Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Ataque a tiros no Canadá deixa quatro mortos, sendo dois policiais


postado em 10/08/2018 13:01

Quatro pessoas, incluindo dois policiais, foram mortas nesta sexta-feira, 10, na cidade canadense de Fredericton, em um ataque a tiros dentro de um complexo de apartamentos. Um suspeito foi levado sob custódia, disseram autoridades.

Foi um caso raro de violência armada na Província de New Brunswick, sem aparente ligação com terrorismo. A polícia ainda não divulgou os nomes dos agentes mortos.

Justin McLean, que mora no complexo, chegou a ver corpos no chão. "Eu tinha acabado de acordar e ouvi tiros. Olhei pela janela. Havia basicamente três pessoas mortas ali", disse McLean à Canadian Broadcasting Corp. "Os policiais estavam tentando colocar um dos agentes no veículo para que pudessem levá-lo com segurança", disse.

McLean afirmou que já houve brigas no complexo de apartamentos antes, mas nunca algo como o ocorrido nesta sexta-feira.

David MacCourbey, que também mora no local, disse ter ouvido cerca de 20 tiros e se escondeu no chão da cozinha. "Estou no meu andar", contou, pelo telefone. "Os policiais passaram pela minha casa. Eles fizeram buscas em todos os apartamentos do prédio. Parece que começou na área do pátio", relatou.

MacCourbey relatou ter acordado por volta das 7 horas da manhã, ao som de tiros próximos de sua cama. Segundo ele, o complexo de apartamentos tem quatro edifícios ao redor de uma praça, e os tiros pareciam vir da região central. Ele contou que polícia estava revistando o local. "Não é algo que acontece aqui regularmente", ressaltou.

Travis Hrubeniuk, que mora nas proximidades, disse que sua noiva havia acabado de sair para o trabalho, por volta das 7h45, quando ele começou a ouvir sirenes. Segundo ele, os moradores foram aconselhados a ficar dentro de casa, com as portas trancadas.

O bairro residencial tranquilo que tem casas, mercearias, uma igreja e uma escola primária, é o último lugar onde Hrubeniuk esperava se deparar com uma situação perigosa. "Esta é a primeira vez que eu ouvi falar de qualquer crime grave ou violento nesta cidade", disse.

Em 2014, um tiroteio em Moncton, também na Província de New Brunswick, deixou três agentes da Polícial Real Montada do Canadá mortos, e dois feridos. A cidade de Fredericton tem uma população de cerca de 58 mil pessoas e fica a nordeste do Maine, Estado no extremo norte dos Estados Unidos.

O governador da Província, Brian Gallant, expressou pelo Twitter suas condolências às vítimas e suas famílias. "Durante este momento difícil, nossos pensamentos também estão com as mulheres e homens corajosos nas linhas de frente, trabalhando para nos manter seguros", disse Gallant.

Bill Henwood, um agente funerário da York Funeral Home, cujo negócio fica dentro da área cercada na Brookside Drive, disse que o bloqueio foi estabelecido antes que qualquer um tivesse chegado para o trabalho. Segundo ele, as pessoas ficaram em seus carros ou próximas ao limite estabelecido pela polícia e veículos dos bombeiros, à espera de notícias.

"Todas as empresas, mesmo do lado de fora da área do bloqueio, têm seus saguões e áreas de negócios fechadas. Não estão deixando os clientes entrar no momento", disse, acrescentando que a situação é um choque. "Não é algo que esperamos em Fredericton. Fatalidades são algo extraordinário nessa área. Isso normalmente não acontece." Fonte: Associated Press

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade