Publicidade

Estado de Minas

Washington adverte Teerã sobre Estreito de Ormuz


postado em 08/08/2018 22:54

Os Estados Unidos estão decididos a garantir, com "extraordinária vigilância", a navegação no Estreito de Ormuz, advertiu nesta quarta-feira o general americano Joseph Votel, após o Irã realizar exercícios navais na região.

As manobras ocorreram na semana passada, quando dezenas de pequenos barcos de ataque ocuparam o Estreito de Ormuz, uma rota marítima chave para o petróleo que o presidente iraniano, Hassan Rouhani, ameaçou fechar no mês passado.

Os exercícios foram realizados apenas alguns dias antes de os Estados Unido retomarem as sanções contra Teerã.

O general Votel, que supervisiona as operações militares dos Estados Unidos no Oriente Médio, afirmou que as manobras tinham a intenção de enviar uma mensagem a Washington antes do restabelecimento das sanções.

"Está bastante claro para nós que utilizaram este exercício para nos enviar uma mensagem sobre suas capacidades, a medida que nos aproximávamos das sanções", disse Votel a jornalistas no Pentágono.

"Permaneceremos extraordinariamente vigilantes" na região, destacou o general.

Na terça-feira, os Estados Unidos retomaram as sanções contra o Irã, após o presidente Donald Trump se retirar do acordo nuclear multilateral de 2015 com Teerã.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade