Publicidade

Estado de Minas

Terremoto deixa 70 mil desabrigados na Indonésia


postado em 08/08/2018 01:36

Ao menos 70 mil pessoas estavam desabrigadas nesta quarta-feira e recorriam a abrigos improvisados - sem água potável e alimentos - três dias após o terremoto que abalou a ilha indonésia de Lombok, informaram as autoridades.

O terremoto de 6,9 graus de magnitude ocorreu na noite de domingo, e matou ao menos 105 indonésios, segundo o boletim oficial, uma semana após outro tremor deixar 17 mortos na mesma ilha turística.

O tremor de domingo provocou ferimentos graves em 236 pessoas, informaram as autoridades, acrescentando que faltam produtos básicos e médicos em Lombok.

"Os esforços para evacuar as pessoas se intensificaram, mas ainda há muitos problemas sobre o terreno", declarou o porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Catástrofes, Sutopo Purwo Nurgroho.

As equipes de resgate seguem removendo os escombros dos prédios destruídos, com a ajuda de máquinas, e o número de vítimas pode se agravar nas próximas horas.

A província onde se encontra Lombok sofre com a grave falta de alimentos, medicamentos e pessoal médico, advertiu o governador Muhammad Zainul Majdi.

"Nossos recursos humanos são limitados. Faltam auxiliares médicos nos abrigos improvisados" e em outros locais, declarou Majdi à AFP.

Em algumas partes da ilha aldeias inteiras ficaram praticamente destruídas e os habitantes dormem ao relento.

Já a evacuação de turistas, que estavam nas três pequenas ilhas de Gili, na costa noroeste de Lombok, foi concluída, segundo as autoridades.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade