EUA enfrenta 'saia justa' diplomática na disputa entre sauditas e canadenses - Internacional - Estado de Minas
Publicidade

Estado de Minas

EUA enfrenta 'saia justa' diplomática na disputa entre sauditas e canadenses


postado em 07/08/2018 20:36

A aguda disputa diplomática entre a Arábia Saudita e o Canadá deixou os Estados Unidos - sócios e aliados de ambos os países - em uma 'saia justa'.

No entanto, nesta terça-feira (7), o Departamento de Estado americano exortou Riade a respeitar o devido processo no caso dos ativistas de direitos humanos presos no país.

A Arábia Saudita expulsou o embaixador canadense, retirou seu próprio representante em Ottawa e cortou relações comerciais bilaterais depois que o Canadá denunciou uma ofensiva contra ativistas de direitos humanos no reino.

Uma porta-voz do Departamento de Estado dos EUA disse à AFP que Washington estava a par da situação, destacando que "Canadá e Arábia Saudita são sócios próximos dos Estados Unidos".

A funcionária detalhou que Washington pediu a Riade mais informações sobre o caso dos ativistas presos.

"Os Estados Unidos apoiam o respeito às liberdades internacionalmente reconhecidas e às liberdades individuais, inclusive a dissidência e o devido processo", disse a porta-voz, que pediu para não ser identificada.

"Continuamos incentivando o governo da Arábia Saudita para que garanta que todos contem com um devido processo e para fornecer informação das acusações e do estado das ações legais contra os ativistas", prosseguiu.

A Arábia Saudita se mostrou incomodada quando o Canadá pediu a libertação imediata de alguns dos ativistas.

O reino suspendeu as bolsas de estudos para os estudantes sauditas no Canadá e planeja transferi-los a outros países, enquanto a companhia aérea estatal, a Saudia, está suspendendo seus voos a Toronto.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade