Publicidade

Estado de Minas

Síria cria comitê para tratar do retorno dos refugiados


postado em 06/08/2018 10:36

As autoridades sírias criarão um comitê governamental para organizar o retorno dos mais de cinco milhões de refugiados que deixaram o país em guerra - informou a agência oficial de notícias Sana em um comunicado divulgado nesta segunda-feira (6).

Uma iniciativa da Rússia, aliada do governo Bashar al-Assad, o comitê servirá para coordenar "o retorno dos deslocados [instalados] no exterior", indicou a agência.

Entre suas funções, estarão "intensificar os contatos com os países amigos, com o objetivo de facilitar o retorno" dos refugiados sírios, cerca de 5,6 milhões de pessoas, segundo dados da ONU.

No mês passado, a Rússia pediu à comunidade internacional que ajude os refugiados a voltarem para a Síria, ainda que o conflito não tenha chegado ao fim.

O presidente russo, Vladimir Putin, e o americano Donald Trump discutiram a questão recentemente em uma cúpula bilateral em Helsinque, mas a ONU não parece estar incluída nas negociações.

O comitê estará presidido pelo ministro da Administração Local e do Meio Ambiente, Hussein Majluf, e contará com representantes de vários ministérios e de outros órgãos estatais, indicou a Sana.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade