Publicidade

Estado de Minas

Chefe do departamento de câmbio do Banco Central do Irã é preso


postado em 05/08/2018 14:54

O vice-governador e chefe do departamento de câmbio do Banco Central do Irã, Ahmad Araghchi, foi preso, anunciou neste domingo (5) a autoridade judicial iraniana, em um contexto de queda livre da moeda nacional, o rial.

Araghchi foi preso com outros membros da diretoria e quatro pessoas acusadas de especular no mercado cambial, afirmou o porta-voz da autoridade judicial, Gholam Hosein Mohseni Ejeie, em declaração à emissora estatal IRIB.

O chefe do departamento de câmbio, sobrinho do vice-ministro de Relações Exteriores iraniano, Abbas Araghchi, tinha sido demitido do cargo um dia antes pelo novo governador do Banco Central.

Desde abril, o rial perdeu mais da metade de seu valor em relação ao dólar. A queda se explica pelo anúncio da reintrodução das sanções americanas contra o Irã e o temor com as repercussões que isso possa ter na economia do país.

As autoridades tentaram frear a queda do rial estabelecendo uma taxa oficial fixa de 42.000 riais por dólar em abril.

Mas a medida foi criticada por analistas, que consideram que ela provocou uma onde especulação no mercado paralelo, enquanto algumas autoridades são suspeitas de corrupção por terem se beneficiado de dólares a taxas preferenciais.

As autoridades tiveram que acelerar as medidas tomadas no mercado cambial diante das dificuldades que alguns importadores sofriam para conseguir dólares a taxas oficiais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade