Publicidade

Estado de Minas

Atentado suicida mata três soldados da Otan no Afeganistão


postado em 05/08/2018 08:00

Três soldados da operação 'Apoio Resoluto' da Otan no Afeganistão morreram neste domingo em um atentado suicida contra sua patrulha ao norte de Cabul, anunciou o comando da força.

Um soldado americano e dois afegãos ficaram feridos no ataque, de acordo com um comunicado militar, que não revela a nacionalidade das três vítimas fatais.

Os talibãs reivindicaram em uma mensagem no Twitter "uma explosão contra as forças do invasor americano em Charikar esta manhã, que matou e feriu oito americanos".

"O atentado aconteceu nas proximidades de Charikar, na província de Parwan", 70 km ao norte de Cabul, informou o tenente-coronel Martin O'Donnell, oficial de imprensa da operação 'Apoio Resoluto'.

"Três membros da operação 'Apoio Resoluto' foram assassinados por um homem-bomba na passagem de uma patrulha conjunta das forças afegãs pela região leste do Afeganistão", afirma no comunicado.

O governo da província de Parwan confirmou o ataque.

"Um homem-bomba atacou um comboio das forças americanas em Charikar, mas não temos nenhuma informação sobre as vítimas", afirmou à AFP Wahida Shahkar, porta-voz do governo provincial.

Fontes da Otan confirmaram à AFP que o integrante da operação ferido é americano, mas recordaram que o comando da 'Apoio Resoluto' tem como política não divulgar as nacionalidades das vítimas fatais antes de informar as autoridades nacionais.

Em julho, as forças americanas perderam dois soldados, o que elevou a quatro o número de militares americanos mortos no Afeganistão em 2018.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade