Publicidade

Estado de Minas

Papa copto deixa Facebook, considerado 'uma perda de tempo'


postado em 04/08/2018 13:42

O chefe da Igreja copta do Egito, Teodoro II, fechou sua página do Facebook, plataforma que considerou uma "perda de tempo", depois de a instituição ordenar que seus religiosos deixem as redes sociais.

Segundo o jornal oficial Al Ahram deste sábado, a decisão de Teodoro II está em linha com um conjunto de medidas anunciadas na quinta-feira pela Igreja copta referentes às atividades dos monges, depois da morte de um bispo no Egito.

O bispo Epifanio, de 68 anos, dirigia o mosteiro de São Macário, o Grande, de Scete, em Wasi el Natrun, a noroeste do Cairo.

Seu corpo foi encontrado no domingo passado em um corredor do mosteiro com feridas na cabeça, segundo a Igreja, que citou uma morte em "circunstâncias não explicadas".

A Igreja copta também anunciou que deixaria de aceitar novos monges durante um ano.

Em sua última publicação no Facebook, na sexta-feira, o papa Teodoro II escreveu que usar redes sociais é "uma perda de tempo" e pediu para seus correligionários aceitarem as decisões da Igreja.

De acordo com o Al Ahram, vários líderes coptas seguiram o exemplo do papa e fecharam suas contas no Facebook.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade