Publicidade

Estado de Minas

Acidente de helicóptero deixa 18 mortos na Rússia

O helicóptero MI-8, com três tripulantes e 15 passageiros, caiu pouco depois da decolagem ao colidir com os equipamentos que eram transportados por outro helicóptero


postado em 04/08/2018 08:06 / atualizado em 04/08/2018 09:06

(foto: Daily Times/Reprodução )
(foto: Daily Times/Reprodução )

Dezoito pessoas morreram neste sábado na queda de um helicóptero russo que seguia para uma estação de combustível na Sibéria, informou o ministério dos Transportes em Moscou. O helicóptero MI-8, com três tripulantes e 15 passageiros, caiu pouco depois da decolagem ao colidir com os equipamentos que eram transportados por outro helicóptero.

O segundo helicóptero pousou sem problemas em um dia de condições climáticas "normais", de acordo com o ministério. "A primeira decolagem foi a de um MI-8 com carga externa sem passageiros, a segunda foi a de um helicóptero com passageiros, que eram funcionários da estação de petróleo" informa um comunicado.

"De acordo com as informações preliminares, o MI-8 com passageiros, por razões desconhecidas, colidiu com a carga externa do outro helicóptero depois da decolagem. O aparelho caiu, ficou destruído e pegou fogo", completa a nota. "Três membros da tripulação e 15 passageiros morreram", confirmou o ministério.

O helicóptero era operado pela companhia russa Utair, que tem sede no aeroporto de Janti-Mansisk, no oeste da Sibéria. Um comunicado da empresa afirma que o acidente aconteceu às 5H43 (23H43 de Brasília, sexta-feira), após a decolagem do campo de petróleo e de gás de Vankor, no distrito de Turuhansk, na região de Krasnoyarsk.

O campo de petróleo é administrado pela empresa russa Rosneft por meio de sua subsidiária Vankorneft. A Utair afirmou que o piloto, nascido em 1985, tinha 5.990 horas de voo, 2.300 delas como comandante de helicóptero.  A empresa enviou especialistas para investigar o acidente e o Comitê de Investigações da Rússia abriu um inquérito. Os acidentes de helicóptero e aviões pequenos são frequentes na Sibéria e no extrem oriente russo.

Em abril, um helicóptero MI-8 caiu na região e seis pessoas morreram. Em novembro de 2017, seis pessoas faleceram em um acidente com um pequeno avião na região de Khabarovsk.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade