Publicidade

Estado de Minas

Pompeo diz haver 'longo caminho' para desnuclearizar Coreia do Norte


postado em 03/08/2018 14:54

O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, admitiu nesta sexta-feira (3) em Singapura que ainda há "um longo caminho pela frente" na desnuclearização da Coreia do Norte, enquanto Washington cobrou que Pyongyang respeite sua promessa.

Pompeo está à frente das negociações para cumprir os compromissos alcançados pelo presidente americano, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong Un, durante sua histórica cúpula de 12 de junho.

O dirigente norte-coreano prometeu trabalhar para uma "desnuclearização completa da península coreana", uma promessa vaga e muito distante das exigências dos Estados Unidos, que reclamam um desarmamento completo, verificado e irreversível.

"Podemos ver que ainda temos um longo caminho pela frente para alcançar o resultado final que estamos buscando", afirmou Pompeo chegando a Singapura, para o fórum da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean).

Quando a imprensa lhe perguntou sobre as informações que indicam que Pyongyang continua fabricando mísseis e produzindo materiais nucleares, Pompeo considerou que Kim Jong Un tinha "adquirido o compromisso de desnuclearizar" seu país, como pede "o mundo nas resoluções do Conselho de Segurança da ONU".

"Se agiram contrariamente ao [compromisso adquirido], violariam uma ou várias resoluções do Conselho de Segurança da ONU", acrescentou.

Já o Departamento de Estado não descartou uma possível reunião entre Pompeo e Ri Yong Ho, chefe da diplomacia norte-coreana, também presente no evento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade