Publicidade

Estado de Minas

EUA aplica sanções a banco russo por relações com Coreia do Norte


postado em 03/08/2018 13:30

Os Estados Unidos aplicaram sanções, nesta sexta-feira (3), a um banco russo por auxiliar a Coreia do Norte a driblar as medidas do Conselho de Segurança da ONU, criadas para dificultar os programas nuclear e balístico de Pyongyang.

O Gabinete de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC, na sigla em inglês) do Departamento do Tesouro disse que também são alvos uma pessoa física e duas entidades por "facilitar atividades financeiras ilícitas da Coreia do Norte".

"Os Estados Unidos vão continuar a cumprir as sanções da ONU e americanas e interromper fluxos de receita ilícitos para a Coreia do Norte", afirmou o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, em nota.

"Nossas sanções vão continuar em vigor até que tenhamos alcançado a desnuclearização total, completamente verificada, da Coreia do Norte".

O OFAC indicou que as sanções serão aplicadas contra o Agrosoyuz Commercial Bank, instituição financeira russa, por "conscientemente conduzir, ou facilitar, uma transação significativa" para Han Jang Su, representante do Foreign Trade Bank (FTB), principal banco de câmbio da Coreia do Norte.

Também são alvos Ri Jong Won, representante-adjunto do FTB que, como Han, vive em Moscou, e as "empresas de fachada" do banco - Dandong Zhongsheng Industry & Trade (Zhongsheng) e Korea Ungum Corporation (Ungum).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade