Publicidade

Estado de Minas

Incêndio na Califórnia destrói mil casas


postado em 02/08/2018 18:54

Ao menos mil casas foram consumidas pelas chamas de um dos incêndios mais destrutivos na Califórnia, que está longe de ser controlado.

O incêndio Carr destruiu um total de 51.000 hectares desde que começou, em 23 de julho, segundo boletim oficial divulgado nesta quinta-feira.

Uma "falha mecânica de um veículo" gerou as faíscas que desataram o fogo em condições de muito calor e seca, permitindo que se expandisse sem controle.

A área afetada equivale a quatro vezes a cidade de São Francisco (121,4 km2).

Um total de 1.555 prédios, incluindo 1.060 residências, sucumbiram pelo incêndio, considerado o sexto mais devastador da história deste estado do oeste dos Estados Unidos.

Mais de 4.200 bombeiros foram mobilizados para combater o fogo, que até agora só pôde ser controlado em 35%.

Outro grande incêndio, batizado Ferguson, que queima perto do turístico parque Yosemite há quase três semanas, estava controlado em apenas 39% após destruir 27.800 hectares de terreno.

"O sistema de alta pressão sobre o fogo está perdendo força ao longo da semana, o que resulta em condições mais quentes e secas. Isto aumentará o comportamento do fogo", alertou Inciweb, que fornece atualizações sobre os incêndios.

Oito pessoas morreram em ambos os incêndios, seis delas no Carr.

Outros focos ativos no estado incluem o chamado Complexo Mendocino, formado por dois incêndios: o River, contido em 50% após queimar 14.200 hectares, e o Ranch, que destruiu 30.000 hectares e está controlado em 33%.

Milhares de pessoas foram evacuadas, mas algumas receberam autorização para voltar às suas casas nos últimos dias.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade