Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Senadores republicanos dizem que investigação sobre Rússia deve seguir em frente


postado em 01/08/2018 20:42

Washington, 01/08/2018 - Senadores republicanos afirmaram nesta quarta-feira que a investigação sobre a interferência russa na eleição presidencial dos Estados Unidos de 2016, comandada pelo conselheiro especial Robert Mueller, precisa continuar, apesar do presidente americano, Donald Trump, ter pedido para que o procurador-geral do país, Jeff Sessions, encerre a apuração. Sessions comanda o Departamento de Justiça (DoJ, na sigla em inglês) dos EUA.

O senador republicano John Thune (Dakota do Sul) comentou que Trump "tem sua própria maneira de transmitir seus pontos de vista, mas a maioria de nós aqui acredita que o processo precisa acontecer e irá". Já o senador republicano Orrin Hatch (Utah) comentou que muitos "desejam que a investigação de Mueller desapareça", mas acrescentou que "isso não irá acontecer".

Em seu perfil no Twitter, Trump comentou que Sessions "deve parar com a caça às bruxas". Congressistas democratas disseram que o tuíte do presidente americano é uma evidência de que ele está obstruindo a justiça. Na avaliação do republicano Bob Corker (Tennessee), haveria "caos" no Congresso de Trump agisse contra Mueller. Fonte: Associated Press.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade