Publicidade

Estado de Minas

Cúpula Kim-Trump marca 'transição radical' nas relações bilaterais


postado em 12/06/2018 19:36

O encontro histórico entre Kim Jong Un, da Coreia do Norte, e Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, marcou uma "transição radical" nas relações entre as duas nações, informou a KCNA, agência de notícias estatal norte-coreana, nesta quarta-feira.

Em sua primeira matéria sobre a cúpula histórica, a KCNA afirmou que as relações obscuras entre os dois países "duraram o período mais longo da Terra". Mas a cúpula de terça-feira em Singapura - a primeira reunião entre um presidente norte-americano e um líder norte-coreano - ajudará "a fazer uma transição radical nas relações mais hostis da Coreia do Norte".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade