Publicidade

Estado de Minas

Apesar de tarifas dos EUA, temos de evitar 'olho por olho' no comércio, diz May


postado em 11/06/2018 14:24

São Paulo, 11 - A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, afirmou nesta segunda-feira que expressou durante a cúpula do G-7 no Canadá seu "profundo desapontamento" com a decisão "injustificada" dos Estados Unidos de aplicar tarifas sobre a importação de aço e alumínio da União Europeia, mas ressaltou a necessidade de se evitar uma escalada de medidas "olho por olho" no comércio global.

"A perda de comércio por meio de tarifas diminui competição, reduz produtividade, remove o incentivo para inovar e ultimamente faz todos mais pobres", falou a premiê em discurso na Câmara dos Comuns do Parlamento britânico.

Como solução ao impasse gerado pelas tarifações levadas adiante por Washington e as retaliações anunciadas por Bruxelas, May propôs fazer o sistema comercial internacional baseado em regras "funcionar melhor", inclusive pelo encorajamento a que a Organização Mundial do Comércio (OMC) opere "mais efetivamente".

"Ação multilateral é o caminho certo para se alcançar isso", cravou. "Não se pode fazê-lo ao promover ação unilateral contra seus parceiros."

(Nicholas Shores)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade