Publicidade

Estado de Minas

Putin e Poroshenko conversaram sobre 'troca de prisioneiros'


postado em 09/06/2018 10:30

Os presidentes russo e ucraniano, Vladimir Putin e Petro Poroshenko, conversaram por telefone a respeito de uma "troca de prisioneiros", anunciou neste sábado o Kremlin em um comunicado.

Os dois líderes falaram de "questões humanitárias, incluindo a troca de detentos", segundo a presidência russa.

"Vladimir Putin ressaltou a necessidade de libertar os jornalistas russos detidos na Ucrânia sem demora", indica o comunicado.

Putin se referia em particular ao jornalista russo-ucraniano Kyrylo Vyshynski, diretor na Ucrânia da agência de notícias russa RIA Novosti, preso no final de maio em Kiev e acusado de "alta traição", um crime punível com até 15 anos de prisão.

Já Poroshenko declarou estar "preocupado" com o estado de saúde dos prisioneiros ucranianos em greve de fome, incluindo o cineasta Oleg Sentsov, preso na Rússia por "terrorismo".

Sentsov entrou em greve de fome para exigir a libertação de todos os "prisioneiros políticos" ucranianos na Rússia.

A tensão entre Moscou e Kiev, desde a anexação da península da Crimeia em março de 2014 e o conflito no leste da Ucrânia, levou a uma multiplicidade de prisões de ucranianos acusados de espionagem na Rússia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade