Publicidade

Estado de Minas

EUA restringem vistos a funcionários da Nicarágua por violações de DH


postado em 07/06/2018 15:18

Os Estados Unidos impuseram nesta quinta-feira (7) restrições de visto aos responsáveis por abusos contra os direitos humanos e a democracia na Nicarágua, onde mais de 130 pessoas morreram em protestos contra o governo, disse a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert.

"A violência política pela polícia e de capangas pró-governo contra o povo da Nicarágua, em particular contra estudantes universitários, mostra uma flagrante falta de respeito aos direitos humanos e é inaceitável", expressou Nauert em comunicado.

As sanções afetam oficiais da Polícia Nacional, funcionários municipais e um funcionário do Ministério da Saúde, que, segundo Washington, "dirigem, ou supervisionam, a violência contra os que exercem seus direitos de reunião pacífica e liberdade de expressão".

Esses funcionários, que não serão identificados devido a leis de confidencialidade, "operaram com impunidade em todo o país", disse Nauert, detalhando que em alguns casos a sanções também atingirá os seus familiares.

"Estamos enviando uma mensagem clara de que os abusadores dos direitos humanos e os que socavam a democracia não são bem-vindos nos Estados Unidos", acrescentou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade