Publicidade

Estado de Minas

Trump comuta pena de detenta a pedido de Kim Kardashian


postado em 06/06/2018 17:42

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comutou nesta quarta-feira (6) a pena à prisão perpétua de uma mulher de 63 anos por quem a estrela de reality-show Kim Kardashian interveio.

A beneficiária da medida, Alice Marie Johnson, foi qualificada como uma "presa modelo" em um comunicado da Casa Branca.

Esta bisavó esteve "quase 22 anos em uma prisão federal por um crime cometido sem antecedentes penais", assinalou o comunicado.

Johnson foi condenada em 1996 à prisão perpétua por tráfico de cocaína sob uma dura legislação que emite duras penas a crimes vinculados a drogas.

A sentença era "muito severa para o crime" que cometeu, disse nesta quarta a União Americana de Liberdades Civis (ACLU), agradecendo ao presidente e pedindo a ele que comute outras "condenações pesadas".

De acordo com a administração penitenciária, Johnson mostrou um comportamento exemplar na prisão durante duas décas, inspirando outros reclusos e trabalhando duro para se redimir.

A comutação anunciada por Trump acontece uma semana depois da visita à Casa Branca de Kim Kardashian, que pediu ao presidente que desse uma segunda chance a Johnson.

"É a melhor de todas as notícias!", tuitou a estrela.

A Casa Branca não deu detalhes, mas é provável que a decisão resulte em uma rápida libertação de Johnson.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade