Publicidade

Estado de Minas

Merkel cede pressão de Trump e promete elevar gastos com defesa


postado em 06/06/2018 12:24

Berlim, 06 - A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, prometeu nesta quarta-feira elevar o orçamento de defesa da Alemanha em uma concessão parcial aos EUA que poderia ajudar a resolver o impasse transatlântico sobre o comércio.

Falando em Berlim, Merkel disse aos legisladores alemães que seu governo daria um "compromisso político" de elevar os gastos militares do país a 1,5% do Produto Interno Bruto (PIB) até 2025 e investir em novos sistemas de armas - a primeira vez que ela endossou tal alvo.

"Acredito que é meu dever, como chanceler da Alemanha, garantir nossa segurança em vista dos desafios que enfrentamos", disse ela.

Os EUA há muito se opõem aos gastos militares relativamente baixos da Alemanha - dado o tamanho de sua economia - em comparação com outros membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), mas o presidente americano, Donald Trump, aumentou a pressão sobre Berlim nas últimas semanas ao vincular a questão à sua tentativa de reescrever os termos do relacionamento comercial EUA-Europa.

A promessa de Merkel veio depois que ela convocou os ministros das Finanças e da Defesa do país e outras autoridades para uma reunião confidencial na terça-feira para discutir a medida, disseram autoridades alemãs.

Embora a promessa ainda não atinja uma meta de gastos militares da Otan de 2% do PIB até 2024, ela sinaliza que a Alemanha está reagindo à pressão dos EUA e pretende aumentar os gastos, atualmente em 1,24% do PIB, disse uma autoridade dos EUA. Fonte: Dow Jones Newswires.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade