Publicidade

Estado de Minas

Senado da Colômbia aprova consulta sobre redução de salários de políticos e funcionários


postado em 05/06/2018 23:36

O Senado da Colômbia aprovou por unanimidade, nesta terça-feira, a realização de uma consulta anticorrupção que prevê a redução dos salários de congressistas e altos funcionários, assim como o aumento das penas contra os corruptos.

Desta forma, os colombianos votarão - em data ainda não definida - sobre sete medidas, incluindo a redução dos salários dos congressistas de 31,3 milhões de pesos (10.771 dólares) para 19,5 milhões de pesos (6.836 dólares).

Entre as medidas há ainda a que impede que condenados por corrupção recebam o benefício da prisão domiciliar, a que obriga os congressistas a prestar contas sobre sua atuação, e a que impõe aos políticos eleitos a apresentação do patrimônio e da renda.

Outra medida limita o mandato dos congressistas a dois períodos de quatro anos.

Segundo pesquisa do instituto Invamer publicada em fevereiro passado, a corrupção é o segundo tema que mais preocupa os colombianos, atrás apenas do desemprego.

Após o aval do Senado, o presidente Juan Manuel Santos e a autoridade eleitoral terão oito dias para definir a data da consulta.

As medidas serão aprovadas pelo voto da metade e mais um, com o mínimo total de 12 milhões de eleitores.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade