Publicidade

Estado de Minas

Confrontos em cidade turística da Nicarágua deixam um morto e 20 feridos


postado em 05/06/2018 17:48

Uma pessoa morreu e ao menos 20 ficaram feridas por disparos nesta terça-feira (5) durante um confronto entre manifestantes e grupos de choque e antimotins na turística cidade nicaraguense de Granada, informou um organismo de direitos humanos.

A vítima é um adolescente identificado como José Maltés, que morreu por um tiro, confirmou o Centro Nicaraguense de Direitos Humanos (Cenidh) à AFP.

O pároco de Xalteva, Wilmer Pérez, disse ao canal 100% Noticias que o jovem foi morto durante um confronto entre manifestantes e grupos de choque afins ao governo que tentavam desmontar uma barricada na cidade, 45 quilômetros ao sul da capital.

"A situação é muito tensa no setor da paróquia La Merced. As pessoas dizem que há pessoas armadas. Alguns falam que (os agressores) são da juventude sandinista junto com a polícia", afirmou o religioso.

Pérez indicou que nas primeiras horas da manhã foram ouvidos "disparos de armas de fogo e bombas, enquanto as pessoas que estão nas barricadas se defendem somente com pedras".

Os moradores alegam que colocaram barricadas para se defender de ataques de grupos afins ao governo que, à noite, atacam a cidade, saqueiam e incendiam estabelecimentos comerciais.

Desde que os protestes começaram em 18 de abril, os turistas desapareceram das ruas desta cidade, um dos principais atrativos do turismo no país.

O Cenidh contabilizava 110 mortos após os acontecimentos mais violentos registrados no fim de semana em Masaya, onde morreram 10 pessoas, entre eles um policial e um adolescente de 15 anos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade