Publicidade

Estado de Minas

WWDC 2018: iPhone ganhará recursos para melhorar bem-estar de usuários


postado em 04/06/2018 20:24

A fabricante de eletrônicos Apple anunciou nesta segunda-feira, 4, a próxima atualização do sistema operacional iOS, que chega à versão 12. Assim como outras gigantes de tecnologia, como o Google, a empresa vai incorporar novos recursos focados em aumentar o bem-estar dos usuários ao usarem o iPhone, iPad e outros dispositivos da marca. A versão de testes do sistema operacional já está disponível para desenvolvedores e deve chegar para todos os usuários de dispositivos da marca em setembro.

Entre as novidades, o novo sistema operacional permitirá omitir notificações na tela do iPhone quando este estiver em modo "não perturbe", que atualmente permite que o usuário bloqueie o recebimento de ligações telefônicas. Com o novo iOS, quando o "não perturbe" for acionado, o usuário também passará a bloquear qualquer notificação na tela do smartphone.

"Queremos que os usuários acordem e não tenham de lidar com uma série de mensagens logo nos primeiros minutos do dia", disse Craig Federighi, vice-presidente de engenharia de software da Apple ao apresentar a nova função.

Para quem não gosta de ver muitas notificações acumuladas na tela, a Apple permitirá agrupar todas as mensagens em uma só caixa, como e-mails e WhatsApp, exibidas na tela do smartphone.

Por fim, a empresa anunciou a criação do Screen Time (Tempo de tela, em tradução literal), que permitirá ao usuário monitorar como e por quanto tempo usa o iPhone diariamente. Com essa funcionalidade é possível ver quais aplicativos foram usados no dia e quanto tempo foi gasto neles. A nova função também permite cronometrar o uso de cada app. Assim, se o usuário quiser passar apenas alguns minutos numa rede social, a Apple o notificará quando o tempo de uso extinguir.

Pela primeira vez na história, a Apple não diminuiu a lista de dispositivos que serão compatíveis com o novo iOS, por isso mais pessoas terão acesso à atualização. O presidente executivo da empresa, Tim Cook, ressaltou que as melhorias estarão disponíveis para todos os dispositivos que hoje suportam o iOS 11: os modelos de iPhone a partir do 5S até a versão X; iPad Mini 2, iPad Pro e a sexta geração do iPod Touch.

Iphone

O novo sistema operacional promete melhorias no desempenho dos smartphones. Segundo a Apple, a abertura de aplicativos será 40% mais rápida, o teclado será 70% mais veloz e a câmera deixará o dispositivo 70% mais rápido, segundo os executivos da Apple.

Outra aposta da empresa é na tecnologia de realidade aumentada. Em parceria com a Pixar, a empresa criou um novo formato que suporta esse tipo de tecnologia nos celulares com iOS 12. Com a nova geração do ARKit, a Apple permite jogos com realidade aumentada entre múltiplos usuários, além da possibilidade de criar, e colocar, objetos virtuais em ambientes reais, usando a câmera do iPhone e do iPad.

A empresa anunciou parcerias no evento, como com a fabricante de brinquedos Lego, que já desenvolveu jogos misturando as construções físicas feitas por blocos com a realidade aumentada do novo sistema operacional.

A Apple também anunciou novas mudanças nos animojis, que foram a sensação do iOS 11 no ano passado. Dessa vez, a Apple acrescentou mais emojis que se adaptam as mudanças faciais, entre as novas opções estão fantasma, coala e tigre. Agora, com a nova versão, será possível um animoji personalizado, com rosto, cores e outros atributos ao gosto do usuário. Chamado de memojis, eles poderão ser colocados em fotos, no lugar dos rostos, e enviados pelo iMessenger.

Assistente virtual

A Siri, que gerava a maior expectativa do evento, ganhou mais funções, mas nenhuma delas é um grande destaque. A assistente virtual da Apple agora acompanha mais de perto a rotina do usuário e sugere ações baseadas no contexto: se na carteira eletrônica do usuário tiver um ingresso de cinema, por exemplo, na hora do filme a Siri sugere que ponha o celular no modo "não perturbe".

O sistema também permitirá a criação de atalhos para que a Siri atue em novas funções. Em um novo aplicativo, é possível criar uma lista de ações que precisam ser cumpridas: se um usuário for surfar, por exemplo, é possível definir que a Siri tenha que ver, antes do horário programado para o esporte, qual é a previsão do tempo, lembrar de pegar uma toalha e de ligar para o amigo avisando da saída.

A assistente virtual também está mais interativa com aparelhos domésticos inteligentes. No mesmo aplicativo de atalho, é possível agendar uma rotina: em determinada hora, a Siri deverá acionar o ar condicionado, ligar o Waze para estimar o tempo até em casa e tocar uma lista de músicas da Apple Music durante a viagem.

MacOS

O novo sistema operacional da marca para computadores, o MacOS Mojave, vai permitir que os computadores da Apple também controlem as atividades domésticas de objetos inteligentes ligados ao aplicativo "Home" tanto por cliques quanto por comandos de voz, via Siri. Até então a função era feita apenas por iPhone e iPad.

O MacOS Mojave também permitirá que os Macs tenham uma versão noturna para seus aplicativos, como acontece já em apps do iPhone. A empresa também aproveitou para reforçar a segurança dos usuários do navegador de internet Safari: eles serão notificados quando sites acessados pelo Safari exigirem a coleta de dados.

Watch

Os relógios inteligentes da empresa estão cada vez mais esportivos. O sistema operacional WatchOS ganhou novos recursos como detectar a movimentação do corpo mesmo durante atividades como ioga. A partir da nova versão, será possível ainda desafiar colegas durante a prática de algum esporte e acompanhar o desempenho do adversário.

Outra nova função é a opção de Walkie Talkie. Por meio da nova ferramenta, será possível se comunicar entre usuários do relógio inteligente, como se eles fossem rádios.

(Mariana Lima)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade