Publicidade

Estado de Minas

Brent beirou os 80 dólares e pode alcançar 100


postado em 17/05/2018 19:18

O barril de Brent do Mar do Norte superou, nesta quinta-feira, os 80 dólares pela primeira vez desde novembro de 2014, impulsionado por incertezas políticas, e o presidente da francesa Total avaliou que pode chegar aos 100 dólares.

Nos contratos para julho, o barril do Brent chegou a valer 80,50 dólares durante a sessão no mercado de Londres. Ele fechou a 79,30 dólares, uma alta de 2 centavos.

Esse barril custava cerca de 50 dólares em maio de 2017 - um aumento anual de 50%.

Já o preço do "light sweet crude" (WTI) para junho, fechou estável em 71,49 dólares.

O presidente da francesa Total Patrick Pouyanné disse que não lhe surpreenderia que "nos próximos meses" chegue aos 100 dólares devido às incertezas sobre a permanência de sua petroleira no Irã.

Para Jasper Lawler, analista da London Capital Group, o aumento dos preços é "impresionante" pois ocorre quando os Estados Unidos aumentam suas exportações da commodity, além da expectativa de uma redução da demanda - dois fatores que teoricamente deveriam puxar os preços para baixo.

"Simultaneamente, a contínua queda da produção da Venezuela está fazendo a produção da Opep cair", apontaram analistas da Commerzbank.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade